Brunno Elias

Atividade física, bem-estar e um pouco mais (ou não…)

Pegou a bicicleta, coloque o capacete

Posted by Brunno em 10 de Abril de 2010

É muito comum encontrar ciclistas nas cidades, seja como meio de transporte até o trabalho (ou como ferramenta de trabalho), como prática de atividade física ou como treino para a modalidade. Também é certo que no dia-a-dia serão avistados poucos ciclistas ou nenhum usando o capacete. Para começar a tratar desse assunto, vamos explicar o equipamento.

O capacete é um equipamento fashion de segurança, ponto! Apenas isso basta como argumento para justificar seu uso, só que logo abaixo apresentarei outros benefícios para deixá-lo junto de sua bicicleta. O capacete é uma estrutura de segurança contra impactos na parte superior e posterior (nuca) do crânio. É produzido com duas partes principais: a de amortecimento, que fica em contato com sua cabeça; e a externa, que faz com o capacete deslize e não se desfaça em uma queda deixando seu precioso crânio desprotegido. Essa estrutura já é elaborada com ventilação, as famosas entradas de ar, deixando espaço para a “respiração” de sua cabeça. Isso também indica a abolição do uso de bandanas e bonés junto com o capacete.

Além de escolher seu equipamento pelo preço design, é preciso levar em conta dois pontos: tamanho e modalidade. Cada pessoa tem circunferência própria do crânio, e deve experimentar o capacete durante a compra. Coloque o equipamento e faça a regulagem ideal (os pontos estão abaixo das orelhas, na nuca e abaixo do queixo, no fecho do equipamento). Uma loja (bike shop) com pessoal experiente é um ótimo ponto de partida. Já a modalidade indica que tipo de capacete utilizar. O ciclismo de estrada pede aerodinâmica, o mountain bike preza pela robustez do capacete e pela aplicação da viseira, enquanto o donwhill / bmx / freestyle requerem muita segurança em todo o crânio, visto que as chances de quedas são consideráveis. Todos os modelos oferecem segurança, desde que venham de marcas confiáveis.

Além da segurança oferecida pelo uso do equipamento, o usuário também recebe o respeito de outros ciclistas e dos psicopatas motoristas, que vêem em quem está com o equipamento de segurança a responsabilidade para com a prática. O capacete também oferece mais visibilidade, por meio de adesivos refletivos ou mesmo da aplicação de leds, como os modelos frog tão em voga no mercado. Isso tudo resulta em mais proteção, já que o ciclista, assim como o corredor, são os mais fracos quando o assunto é trânsito.

Escolha o capacete, pegue sua bike e boas pedaladas!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: