Brunno Elias

Atividade física, bem-estar e um pouco mais (ou não…)

Treinamento físico ou masoquismo?

Posted by Brunno em 26 de Maio de 2008

É comum encontrarmos clientes ou conhecidos que, por saberem da formação e concentração de estudos dos educadores físicos, pedem instruções gerais para realizar seus programas de exercício. O curioso é que eles normalmente acreditam em uma mística fórmula para alcançar o sucesso após uma sessão de treino! E como se não bastasse, pensam que a dor é linear ao condicionamento físico ou qualidade do treino.

Sem discutir as influências que os levam a acreditar nesse mito, é importante frisar que qualquer programa de exercícios só alcança o sucesso com a continuidade. Não é uma sessão que irá salvar sua vida… mas sim uma boa periodização (forma do treino ao longo do tempo).

Quanto a dor, ela foi valorizada quando os estudos sobre exercício eram feitos com modelos intensos. Hoje a dor não é o objetivo do programa. Discussão sobre a dor e intensidade foi feita por Matsudo em 2005 no texto “No pain, no gain? No brain! (disponível no http://www.celafiscs.org.br/downloads/artigo_NoPain_Diagn-Tratamento2005-10(4)226-30.pdf). No trabalho é possível perceber que os exercícios moderados são os mais eficazes quando o objetivo geral é saúde e controle de peso corporal. Mas ainda assim existem pessoas que exigem sentir dor, dizendo ao professor responsável pelo treino que o mesmo está leve, nem chegando a doer. Teimo em dizer que são masoquistas (prazer com o próprio sofrimento) e não ingressos em uma programa com vistas a saúde.

A discussão muda de forma quando feita pela ótica da competição. Quando chegamos ao rendimento, realizado por atletas, a dor é presente, pois é preciso levar o corpo ao máximo. O mesmo serve para praticantes de musculação, a dor é presente quando a intensidade de treino é alta.

Veja o seu treino: se o objetivo é saúde ou controle de peso corporal, o ideal é terminar a sessão e alguns minutos após se sentir inteiro; já se a intenção é desempenho, hipertrofia muscular ou se você é atleta, o treino muitas vezes poderá causar dor. E nem culpe o ácido lático, pois ele está mais para mocinho do que para vilão, mas este é um assunto para outro texto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: